Viver

O processo é sempre o mesmo e resume-se nisto: quem não consegue viver de acordo com a sua forma de pensar corre o risco de que o seu pensamento dê uma volta e se adapte à sua nova forma de viver...
(Paulo Geraldo)

Eu

Eu
Eu decidi há muito tempo nunca andar na sombra de alguém Se eu falhei, se eu fui bem sucedida, pelo menos eu vivi como eu acreditei. Não importa o que levem de mim, eles não podem tirar minha dignidade - Whitney Houston - Greatest Love Of All
Hoje eu saí de casa tão feliz, que nem me lembrei que em algumas horas a tristeza bate, me sacode e me faz sentir dores que eu não imaginava que continuavam ali.

Caio Fernando Abreu

Seguidores

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O que você faria?

O que você faria,
Se eu te pedisse para ficar?
O que você faria,
Se eu te pedisse para me amar?
O que você faria?
Se eu te dissesse...
Fique comigo e não olhe para trás?
O que você faria?
Arriscaria tudo por mim?
Me amaria até o fim?
(Solbarreto)


Eu já lhe disse como é bom ser eu
Quando eu estou em você?
- Addicted - Enrique Iglesias -


Talvez eu esteja viciado
Estou fora do controle
Mas você é a droga
Que me mantêm vivo
- Addicted - Enrique Iglesias -

16 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida
Muito lindo este poema, um grito de amor.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Vivian disse...

....que jeito mais cativante
de chamar o amor!!

Sol,
vc é linda e rica em sensibilidade!

bjbj

Fernanda disse...

Ola' Sol! Perguntas que apenas se fazem a quem se ama, porque muitas vezes ouvir dizer " eu te amo " nos levanta a duvida se esse amor resiste a qualquer circunstancia. gostei. beijinhos Sol. com amizade.

Suziley disse...

Sempre lindo os seus poemas Sol querida!! Um ótimo final de semana, beijos ;)

Lu! disse...

Lindo!!!!

Palavras de amor, chamamentos de amor, perguntas ao amor...

E depois de obter a respota, O que vc faria?

Beijinhos :)

Camila Jornada "Análise do ser" disse...

é a droga que me torna vivo... e me da ainda mais força para continuar o vício, pois ele é bom... e nem ligamos se nos faz mal..apenas amamos e sentimos...
beijos a vocÊ!!!

Ana SS disse...

Ame, ame, ame, ame!

Moisés Wesley disse...

Fiquei arrepiado pensando em alguém especial me fazend essas perguntas ou me dizendo esses trechos da músic do Iglesias! rsrsrs
Gostei muito do poema!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

È o melhor vício, a minha droga, esta chamada amor.
Belíssimo!

"Uma vida sem amor é como árvores sem flores e sem frutos. E um amor sem beleza é como flores sem perfume. Vida, amor,beleza: eis a minha trindade. (Temporais) Gibran

Beijos, Sol, estou nos últimos estertores de hoje:)))

Vanessa Souza Moraes disse...

Uma incógnita.

Hana disse...

Oi, to aki, amiga ta uma correria minha vida, mas sempre dou um jeitinho, mesmo que demore eu não te esqueço nunca, e hoje lendo seu post, penso que viver de amor, rsss, é tão maravilhoso, mesmo quando sofrido, pq é a vida, a bela vida.Então vou cantar esta canção pra vc, espero que goste amiga pq quem interpreta é Alcione ela tem o seu coração, sabe cheio de vida e de alegria, e passa isso em sua canção, e vc repassa isso, ou seja este amor em palavras, então admiro Sol e Alcione.

Alcione
Composição: Chico Da Silva / Antônio José
Não sei se vou aturar
Esses seus abusos
Não sei se vou suportar
Os seus absurdos
Você vai embora
Por aí afora
Distribuindo sonhos
Os carinhos
Que você me prometeu...
Você me desama
E depois reclama
Quando os seus desejos
Já bem cansados
Desagradam os meus...

Não posso mais alimentar
A esse amor tão louco
Que sufoco!
Eu sei que tenho
Mil razões
Até para deixar
De lhe amar
Não, mas eu não quero
Agir assim, meu louco amor
Eu tenho mil razões
Para lhe perdoar
Por amar...

Não posso mais alimentar
A esse amor tão louco
Que sufoco!
Eu sei que tenho
Mil razões
Até para deixar
De lhe amar
Não, mas eu não quero
Agir assim, meu louco amor
Eu tenho mil razões
Para lhe perdoar...

Não sei se vou aturar
Esses seus abusos
Não sei se vou suportar
Os seus absurdos
Você vai embora
Por aí afora
Distribuindo sonhos
Os carinhos
Que você me prometeu
Você me desama
E depois reclama
Quando os seus desejos
Já bem cansados
Desagradam os meus...

Não posso mais alimentar
A esse amor tão louco
Que sufoco!
Eu sei que tenho
Mil razões
Até para deixar
De lhe amar
Não, mas eu não quero
Agir assim, meu louco amor
Eu tenho mil razões
Para lhe perdoar
Por amar...

Que sufoco!

Não, mas eu não quero
Agir assim, meu louco amor
Eu tenho mil razões
Para lhe perdoar
Por amar...

Que sufoco!

Não, mas eu não quero
Agir assim, meu louco amor
Eu tenho mil razões
Para lhe perdoar
Por amar...
com carinho
Hana

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O amor sabe sentir as palavras, principalmente quando perguntadas dessa forma.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

G I L B E R T O disse...

Sol

Ler tua poesia ouvindo White Flag, tudo de bom!

Fernanda disse...

Olá amiga!

Ai, Ai, Ai ! É o amor!

E ele, mesmo sendo doce, deixa muitas vezes um amargo na boca, muitas dúvidas e perguntas no ar!

Beijos querida amiga.

Vivian disse...

...vim trazer beijinhos
e ler vc sempre tão linda!

Hana disse...

Oi minha amiga, que saudades daki, o que vc faria se eu t epedisse p/ me dar um colinho snif, amiga hoje estava tão carente, mas vim aki e ja ganehi um colinho sim!! haha aki encontrei minha amiga linda a Fernanda, ela é show né, morro de orgulho de ter amiga assim como vcs, Sol vc é muito preciosa pra mim, e será sempre viu, eu te amoooooooo amiga, e não banalize meu eu te amo , rsss este carinho sai lá do fundo do meu coração viu!!
com carinho
Hana